Os cuidados e prevenção contra o câncer de pele

Texto: Ewerton da Silva Medeiros

Fonte: Oncoguia e INCA



Evitar a exposição ao sol no período da 10h às 16h, usar óculos com proteção UV, uso contínuo de protetor solar... Tudo isso pode parecer simples e rotineiro, mas essas são algumas das maneiras mais eficazes de nos prevenirmos contra o câncer de pele.


Por ser um dos tipos de câncer com maior incidência no Brasil e no mundo, o câncer de pele, se não diagnosticado e tratado precocemente, pode trazer sérias consequências. Muitas pessoas desconhecem os cuidados que devem ser tomados para manter a saúde da pele em dia e chegam até mesmo a acreditar que câncer de pele não é câncer ou é um câncer inofensivo.


A infância é o período da vida mais suscetível aos efeitos danosos da radiação UV, que se manifestarão mais tardiamente na fase adulta, geralmente em torno dos 40 anos, sob a forma de câncer de pele.


Portanto, se levarmos em conta que a radiação solar tem efeito cumulativo, ou seja, cresce de forma a se agravar cada vez mais, a prevenção deve iniciar ainda na infância, evitando a exposição ao sol nos horários de maior incidência e optando pelo uso de produtos e filtros solares específicos para a faixa etária.


O sinal de que está na hora de procurar um médico, é quando surgem manchas na pele que coçam, ardem, descamam ou sangram e também em caso de feridas que não cicatrizam em quatro semanas. Esses sintomas podem ser indicativos do câncer de pele, que ocorre principalmente nas áreas do corpo mais expostas ao sol, como rosto, pescoço e orelhas. O tipo não melanoma ocorre com maior frequência e, se tratado precocemente, tem altas chances de cura.


O melanoma, é a forma mais grave do tumor de pele, podendo aparecer em qualquer parte do corpo, na pele ou mucosas, em forma de manchas, pintas ou sinais. Costumam ter formato assimétrico, com bordas irregulares, mais de uma cor e mudar de tamanho de forma rápida. Apesar de mais raro, é bastante agressivo, então é importante ficar atento!


A maneira mais eficaz de prevenção, além da informação, é:

  • Evitar exposição prolongada ao sol entre 10h e 16h

  • Usar proteção adequada, como roupas, bonés ou chapéus de abas largas, óculos escuros com proteção UV, sombrinhas e barracas

  • Aplicar filtro solar com fator mínimo de proteção 30, antes de se expor ao sol, reaplicando o filtro solar a cada duas horas, durante a exposição ao sol, bem como após mergulho ou grande transpiração. Mesmo filtros solares "à prova d’água" devem ser reaplicados.

Posts recentes

Ver tudo