Tabagismo e padrão de recorrência no câncer de orofaringe HPV-positivo

Confira o artigo, com base em pesquisa do Dr. Rafael De Cicco, publicado no OncoNews


Fonte: OncoNews


O cirurgião Rafael De Cicco, chefe do Departamento de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Instituto de Câncer Dr. Arnaldo, é primeiro autor de estudo retrospectivo com 215 pacientes de câncer de orofaringe HPV-positivo. Os resultados foram publicados na Head and Neck e mostram que o tabagismo foi o único fator prognóstico independente para sobrevida livre de doença na população estudada.


Intitulado “Análise do padrão de recorrência do carcinoma de células escamosas de orofaringe relacionadas ao Papiloma Vírus Humano”, o estudo foi objeto da tese de doutorado de Rafael no A. C. Camargo Cancer Center, apresentada 14 de fevereiro.


“Identificamos que o status do HPV esteve associado a maiores taxas de sobrevida, no entanto, o tabagismo foi considerado o único fator prognóstico independente para sobrevida livre de doença na amostra estudada. Além disso, foi evidenciado que pacientes com carcinoma de células escamosas de orofaringe relacionado ao HPV apresentaram doença a distância em locais não comumente observados nos pacientes com tumores HPV-negativos, tais como ossos, fígado e sistema nervoso central”, explica ele.


No presente estudo foram avaliados retrospectivamente 215 pacientes com diagnóstico de CEC classificados como estádio I a IV (sem metástases à distância) através da classificação da American Joint Committee on Cancer (AJCC), tratados no AC Camargo Cancer Center com intenção curativa por meio de cirurgia inicial ou radioterapia, com ou sem quimioterapia associada.


Os dados coletados incluíram informações demográficas, status do HPV, consumo de tabaco e álcool, além de variáveis ​​anatomopatológicas e de tratamento. Os padrões de recorrência foram analisados conforme o status do HPV. A sobrevida livre de doença e a sobrevida livre de recorrência foram calculadas usando curvas de Kaplan-Meier seguindo-se da análise multivariada de Cox.


Para ler o artigo completo e resultados, clique aqui.

Copyright © 2020 Instituto do Câncer Doutor Arnaldo Vieira de Carvalho