Comunicado sobre as cirurgias

O desabastecimento de medicamentos necessários para a anestesia geral é mais uma das consequências da pandemia do Coronavírus. Neste caso, as medicações são essenciais para a intubação do paciente com sintomas respiratórios graves de COVID-19, a fim de dar maior conforto e estabilidade a eles.


Em nosso hospital, não foram suspensas as cirurgias no início da pandemia, como ocorreu na maioria dos hospitais que não tratam câncer, então estamos sofrendo com o desabastecimento. É importante ressaltar ainda que o desabastecimento não se restringe apenas a nossa instituição e sim a vários hospitais do Brasil que também estão suspendendo suas cirurgias devido à alta procura dos sedativos.


Todos os casos que tratamos são extremamente importantes, sabemos que o câncer não espera e por isso todos estão sendo discutidos individualmente pelas equipes médicas e as cirurgias que não necessitam de anestesia geral estão ocorrendo conforme planejado. Já as que dependem, estão lamentavelmente ocorrendo em menor número, de acordo com a disponibilidade dos insumos.


Nossa expectativa é que poderemos voltar à normalidade total na primeira quinzena de agosto.


Compreendemos que a situação é aflitiva e sabemos o quanto os pacientes – principalmente os que são atendidos pelo Sistema Único de Saúde necessitam dos cuidados médicos. Ainda na adversidade, pedimos a compreensão dos familiares e principalmente dos pacientes, que por força maior não estão dependendo exclusivamente de nosso hospital e sim da disponibilidade para compra desses medicamentos.

O setor de compras do hospital está se esforçando diariamente para a aquisição dos medicamentos necessários para retornarmos ao normal mesmo neste momento de pandemia mundial.



Dr. Rodrigo Macedo da Silva

Diretor Técnico

Copyright © 2020 Instituto do Câncer Doutor Arnaldo Vieira de Carvalho